Prefeitura decreta estado de emergência devido a paralisação dos caminhoneiros

A Prefeitura Municipal de Brotas de Macaúbas decretou nesta segunda-feira (28), situação de emergência no município em decorrência da grave situação de desabastecimento decorrente da paralisação dos caminhoneiros que se iniciou em 21 de maio e coloca em risco a entrega de produtos, bens e serviços necessários para a prestação dos serviços públicos municipais.

 

Para buscar medidas foi criado o Comitê de Gerenciamento de Crise, que tem o objetivo de propor ou adotar medidas necessárias e preventivas para planejar a melhor forma possível neste momento de crise que assola todo o país. A medida busca resguardar serviços que são plenamente essenciais, como: saúde, no que atine ao funcionamento de hospital, bem como a transferência de pacientes para fora do município em casos de urgência e emergência; educação e coleta de lixo, que devem ser garantidos, respectivamente de forma prioritária.

 

É uma situação preocupante, porém a Prefeitura vem fazendo todos os esforços possíveis desde o início da greve para evitar transtornos e garantir pelo máximo de tempo os serviços essenciais à população, para isso o decreto determinou a manutenção dos serviços até enquanto durar o combustível que foi reservado para as prioridades acima citadas ou até normalização da situação.

 

ASCOM |Prefeitura de Brotas de Macaúbas 

COMPARTILHAR