Novo mercado da sede entra em fase de conclusão para ser entregue à população

Com obras regulares, apesar do período de pandemia, o Mercado Municipal Gaudêncio Oliveira, o mercadão da sede, chegou a sua fase de acabamento para ser entregue à população no começo do próximo semestre. Importante obra que integra o Projeto “O Campo Gerando Renda”, do governo Terra de Gente Feliz, o mercado será um dos mais modernos da região, inclusive com regras atualizadas de ocupação, conforme Projeto de Lei (PL) encaminhado pelo Executivo à Câmara Municipal de Vereadores.

A construção do Mercado Municipal, tendo em vista que o antigo foi demolido há alguns anos para dar lugar ao novo projeto, será concluído ainda em junho, caso a obra não sofra algum imprevisto por causa da pandemia. Enquanto isso, a Câmara de Vereadores deverá votar em data próxima o PL 20/2020, que dispõe sobre as regras para cessão de uso de espaços e equipamentos públicos em mercados e praças do município. Por orientação do prefeito Litercílio Júnior, as regras foram elaboradas pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável (CMDRS), para análise na Câmara.

Investimento total aproximado de R$1,1 milhão, maior parte por meio de convênio firmado com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a construção do mercado contou com atrasos em sua execução, considerando que os serviços haviam sido paralisados em 2015 e diante da baixa execução desde que a mesma foi autorizada a iniciar, houve a necessidade de reprogramação do contrato de repasse firmado com a Caixa Econômica. Se observou ainda a necessidade de acréscimo de serviços uma vez que houve deterioração de alguns já executados bem como a necessidade de garantir melhor conforto aos futuros frequentadores do local. Tudo isso resultou em aumento da contrapartida financeira do município, chegando a quase R$ 400 mil em recursos próprios.

“Tivemos de refazer algumas partes de reboco e pontos de ferragens. O pátio da frente do mercado, por exemplo, não estava no projeto e a Prefeitura teve de fazer aditamento no contrato. Temos ainda portas de oito boxes que não constam no projeto, o que vai necessitar de investimento da Prefeitura, já que os boxes não poderão ficar abertos”, informou o engenheiro Deiwison Luiz, da empresa Araújo Durães Engenharia, responsável pela execução da obra.

ESTRUTURA – O novo Mercado Gaudêncio Oliveira contará com 16 boxes e duas lanchonetes no térreo, mais dois espaços para restaurantes no mezanino (1º andar). Com moderno designe, terá cobertura em metal e policarbonato, piso de alta resistência em granilite e “fechamentos” laterais de brise metálico (com estrutura para colocação de banners e placas). Para o térreo, foram colocados itens de acessibilidade para pessoas com dificuldade de locomoção, também banheiros especiais. Terá, ainda, grades de proteção e divisão de alas, modernas instalações elétrica e hidráulica, além de pintura completa e pastilhas na parte externa.

Para obter um dos espaços, o interessado precisará passar pelo processo de licitação, para depois se submeter às regras de uso estabelecidas em contrato com a Secretaria Municipal de Agricultura; e irá obedecer a um estatuto interno, fiscalizado pela administração do local. A prioridade para a ocupação será para comerciantes e agricultores de base familiar do município, pessoas físicas ou microempreendedores; e os comércios deverão dar prioridade aos produtos brotenses.

Prefeitura de Brotas de Macaúbas – Terra de Gente Feliz

COMPARTILHAR